Paraíba Crafts: A study on identity and territory in Associations of craftswomen of Paraíba

Authors

  • Raissa Albuquerque dos Anjos
  • Pablo Marcel de Arruda Torres
  • Nathalie Barros da Mota Silveira

DOI:

https://doi.org/10.29147/dat.v6i1.335

Keywords:

Craft, Territory, Identity, Public Policies

Abstract

With the movement to revitalize the Brazilian handicrafts in the 1990s encouraged by public policies, craft activity becomes attractive to the economic and cultural sector in the country. Based on the assumption that craft production is benefited by the organization of craftsmen in associations and cooperatives, this research investigates the effects of associativism in the development of Paraiba handicrafts from the perspective of the craftsman. Through a multiple case study in four Associations of Craftswomen, the research reveals a handicraft that is established in the territory as a reflection of assistentialist and marketing approaches applied by the public sector, being influenced by the economic sector and neglected as a cultural activity.

Downloads

Download data is not yet available.

Author Biographies

Raissa Albuquerque dos Anjos

 Mestre em Design pela Universidade Federal de Campina Grande (2020). Possui bacharelado em Design pela Universidade Federal de Campina Grande (2016) e graduação em Design de interiores pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (2010). Atuou como professora substituta no Departamento de Design da Universidade Federal da Paraíba entre os anos de 2018 e 2020.

Pablo Marcel de Arruda Torres

PhD. em Design e Inovação pela Università degli Studi della Campania (Itália), com estágio internacional junto à Universidade de Málaga (Espanha), onde foi bolsista da CAPES e desenvolveu pesquisa sobre design participativo, inovação social e empreendedorismo. Possui especialização em Marketing e Comunicação (2013), Mestrado em Engenharia (2006) e Graduação em Design (2003). É professor Adjunto do Curso de Design da Universidade Federal de Campina Grande, onde foi Coordenador de Graduação entre 2010 e 2012 e entre 2017 e 2019.

Nathalie Barros da Mota Silveira

Desenhista Industrial pela Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), mestra e doutora em Design pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Líder do grupo de pesquisa Morfologia do Artefatos e Sistemas de Comunicação. Atuou como designer de produto pelo Centro Pernambucano de Design entre os anos de 2011 e 2015, desenvolvendo projetos na área de economia criativa. Atuou como docente nos cursos de graduação em Design de Interiores, Arquitetura, Design de Moda e na Pós-Graduação em Design e Arquitetura de Interiores do Centro Universitário de João Pessoa (UNIPÊ) entre os anos de 2016 e 2018.

References

ALBUQUERQUE JR, Durval Muniz de. Fragmentos do discurso cultural: por uma análise crítica do discurso sobre a cultura no Brasil. In: NUSSBAUMER, Gisele Marchiori (org). Teorias e políticas da cultura: visões multidisciplinares. Salvador, EDUFBA, p. 13-23, 2007.

BARROSO, E. Artesanato E Mercado. Curso Artesanato, Segundo Módulo. 2001. 44 p BAUMAN, Zygmunt. Identidade: Entrevista a Benedetto Vecchi. Tradução: Carlos Alberto Medeiros. Rio de Janeiro: Zagar, 2005.

BEZERRA, Pablo Felipe Marte; ARRUDA, Amilton José Vieira de; LOPES FILHO, Celso Hartkopf. Processos Colaborativos, Codesign e Identidade: processos colaborativos e identidade local: aplicando conceitos do design estratégico. In: ARRUDA, Amilton J. V. (org.). Design & Inovação Social. São Paulo: Blucher. p. 199-220, 2017. Série [designCONTEXTO]).

BORGES, A. Design + Artesanato: o caminho brasileiro. São Paulo: Terceiro Nome, 2011.

BRASIL. Ministério do Desenvolvimento Indústria e Comércio Exterior. Programa de Artesanato Brasileiro. Base Conceitual do Artesanato Brasileiro. Brasília, 2012.

CAVALCANTI, V. P. Ecovisões sobre Design e Artesanato. In: OLIVEIRA, A. J.; FRANZATO, C.; DEL GAUDIO, C. (São Paulo - SP) (org.). Ecovisões projetuais: pesquisas em design e sustentabilidade no Brasil. São Paulo: Blucher, p. 237-242, 2017.

FERNANDES, A. P. Um novo artesanato brasileiro: a busca por uma identidade cultural e social. In: ARRUDA, A. J. V. (org.). Design & Inovação Social. São Paulo: Blucher, p. 163-182. 2017. (Série [designCONTEXTO]).

KELLER, P. F. O Artesão E a Economia Do Artesanato Na Sociedade Contemporânea. Revista de Ciências Sociais -Política & Trabalho. João Pessoa, p. 323-347. out. 2014.

KRUCKEN, L. Conexões criativas entre pessoas e lugares: possíveis ações do designer em projetos no território. In: OLIVEIRA, A. J.; FRANZATO, C.; DEL GAUDIO, C. (São Paulo - SP) (org.). Ecovisões projetuais: pesquisas em design e sustentabilidade no Brasil. São Paulo: Blucher. p.359-372. 2017

MARQUESAN, F. F. S.; FIGUEIREDO, M. D. De Artesão a Empreendedor: a ressignificação do trabalho artesanal como estratégia para a reprodução de relações desiguais de poder. RAM. Revista de Administração Mackenzie. São Paulo, p. 76-97. dez. 2014.

NORONHA, R. O designer orgânico: reflexões sobre a produção do conhecimento entre designers e louceiras em Itamatatiua – MA. In: OLIVEIRA, A. J.; FRANZATO, C.; DEL GAUDIO, C. (São Paulo - SP) (org.). Ecovisões projetuais: pesquisas em design e sustentabilidade no Brasil. São Paulo: Blucher, p. 277-294. 2017.

ROSSI, L. M. Design e artesanato no Nordeste: sustentabilidade e verbos criativos. In: OLIVEIRA, A. J.; FRANZATO, C.; DEL GAUDIO, C. (São Paulo - SP) (org.). Ecovisões projetuais: pesquisas em design e sustentabilidade no Brasil. São Paulo: Blucher, 2017. p. 243-260

How to Cite

Albuquerque dos Anjos, R., Marcel de Arruda Torres, P., & Barros da Mota Silveira, N. (2021). Paraíba Crafts: A study on identity and territory in Associations of craftswomen of Paraíba. DATJournal: Design, Art and Technology, 6(1), 198–212. https://doi.org/10.29147/dat.v6i1.335