The afro-religious audiovisual collection of Paulo César: representation of ancestrality and preservation of the memory of the people of santo de Cachoeira BA

Authors

  • Gleydson Públio Azevedo Universidade Federal da Bahia
  • Helda Oliveira Barros CESAR School

DOI:

https://doi.org/10.29147/datjournal.v7i3.647

Keywords:

Candomblé, Memory, Audiovisual, Design Anthropology

Abstract

The approach to the dialogue between ancestry and audiovisual, aims to seek to preserve the memory of the people of saint through the video recording of the routine and reality of candomblé terreiros in the city of Cachoeira, in the Recôncavo Baiano. In this sense, the objective is to present fragments of the afro-religious culture of the people of saint, seeking a reflection to mitigate existing prejudices in society, as well as a contribution to the representation of ancestry and preservation of the memory of the people of santo of Cachoeira BA. These are ethnographic and methodological notes on the representation of the ancestry of the people of saint present in the audiovisual collection of Paulo César. Through ethnographic study and using design and anthropology methodologies, resulting in the creation of an audiovisual collection. Based on the systematization of the knowledge acquired, this text tries to be a mechanism for the diffusion of Afro-religious culture and candomblé terreiro parties in Cachoeira through the filmic record of Paulo César.

Downloads

Download data is not yet available.

Author Biographies

Gleydson Públio Azevedo, Universidade Federal da Bahia

Mestre em Design pelo Cesar School, com pesquisa que busca incentivar o uso do audiovisual para auxiliar na preservação da memória do povo de santo de Cachoeira BA, pesquisa esta fundamentada em conceitos de design anthropology. Atualmente é Técnico em Audiovisual da Universidade Federal da Bahia, além de ser cinegrafista, editor, finalizador e possuir experiência na área de Artes, com ênfase em Cinema, atuando principalmente nos seguintes temas: cinema, cinema direto e fotografia.

Helda Oliveira Barros, CESAR School

Coordenadora do Mestrado Profissional em Design da CESAR School. Docente da Pós-graduação e da Graduação em Design. UX researcher com ênfase em neurodesign e experiências simuladas e possui especial interesse em projetos de natureza decolonial, voltados para interseccionalidades. Head do LIGA - Laboratório de Inovação e Geração de Artefatos, que sediada as pesquisas em Design da referida instituição. Atua como consultora em projetos internacionais do CESAR. Doutora e Mestre em Design pela UFPE.

References

tropologia. Zoy Anastassakis e Raquel Noronha. Call for papers - ARCOS DESIGN, Volume 10, número 1, 2018.

CONDURU, ROBERTO. Educando (com) os sentidos: escrita, oralidade e estesia no processo de educação continuada das religiões afro-brasileira. Revista da FAEE¬BA – Educação e Contemporaneidade, Salvador, v. 20, n. 35, p. 177-185, jan./jun. 2011.41

FILHO, ANTONIO ROBERTO PELLEGRINO; LOBO, GRAÇA. Terreiros de Candomblé de Cachoeira e São Félix / organização Graça Lobo ; coordenação Antonio Roberto Pellegrino Filho .– Salvador : Fundação Pedro Calmon : IPAC, 2015. 244 p. : il. – (Cad¬ernos do IPAC, 9).

GALLOIS, DOMINIQUE T., E CARELLI VINCENT. Vídeo e Diálogo Cultural – Ex¬periência do Projeto Vídeo nas Aldeias. Dominique T. Gallois Vincent Carelli. Horizontes Antropológicos, Porto Alegre, ano 1, n. 2, p. 61-72, jul./set. 1995

GUNN, WENDY; DONOVAN, JARED. Design and anthropology / [edited] by Wen¬dy Gunn and Jared Donovan. P.285, Published by Routledge. USA, 2016. ISBN 1409421589

IBARRA HERNÁNDEZ. MARIA CRISTINA. Entrelaçando design com antropologia: engajamentos com um coletivo de moradora do bairro de Santa Tereza no Rio de Janeiro / Maria Cristina Ibarra Hernández - 2018. 237 f.: il. Orientadora: Profa. Dra. Zoy Anastassakis. Tese (Doutorado). Universidade de Estado do Rio de Janeiro, Escola Superior de Desenho Industrial.

INGOLD, TIM. Being alive: essays on movement, knowledge and description. New York/Oxon: Routledge, 2011.

OTTO, T; SMITH, R. Design Anthropology. A Distinct Style of Knowing. In: Gunn W, Otto T, Smith RC, eds. 2013. Design Anthropology: Theory and Practice. London: Bloomsbury. p. 242-274.

PAES, LARISSA; ANASTASSAKIS, ZOY: Reflexões Sobre Processos Colaborativos de Design. 12º Congresso Brasileiro de Pesquisa e Desenvolvimento em Design. Belo Horizonte, 2016.

POLLACK, MICHAEL. Estudos Históricos, Rio de Janeiro, vol. 5, n.10, 1992, p.5. Conferência proferida no CPDOC (Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil) em abril de 1988, traduzida e transcrita por Monique Augras. Edição de Dora Rocha.

PONTE, RAQUEL; MARTINS, MARCOS; NIEMEYER, LUCY. Design Anthropology e o processo de design: experiência e cocriação no projeto, produção e uso. Arcos Design. Rio de Janeiro: PPD ESDI - UERJ. Volume 8 Número 1 Junho 2014. pp. 20-35. Disponível em: [http://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/arcosdesign]

ROGERS, YVONNE. Design de interação: além da interação humano-computa¬dor / Yvonne Rogers, Helen Sharp, Jennifer Preece; tradução: Isabela Gasparini; revisão técnica: Marcelo Soares Pimenta. - 3. ed. - Porto Alegre: Bookman, 2013.

VATIN, XAVIER. Projeto Memórias Afro-Atlânticas - as gravações de Loren¬zo Turner na Bahia em 1940-1941 / Vol. 1 / 80 páginas / 2017 Disponível em: https://www.academia.edu/35608738/Memorias_Afro_Atlanticas_2017_pdf.BEL¬TRANO, S. Título do livro. Curitiba: Editora, 2007.

Published

2022-10-24

How to Cite

Públio Azevedo, G. ., & Barros, H. O. (2022). The afro-religious audiovisual collection of Paulo César: representation of ancestrality and preservation of the memory of the people of santo de Cachoeira BA. DAT Journal, 7(3), 29–41. https://doi.org/10.29147/datjournal.v7i3.647