Case study of higher education final papers in Graphic and Digital Design: The IED experience

Authors

  • Carol Toledo
  • Daniel Grizante
  • Eliane Weizmann
  • Everson Nazari
  • Fábio Ranzani
  • Fabio Silveira
  • Rodrigo Vilalba

DOI:

https://doi.org/10.29147/datjournal.v6i4.506

Keywords:

Design, Higher education, Academic research, Theory, Methodology

Abstract

In this article, professors of the Graphic and Digital Design course at the Istituto Europeo di Design (IED SP) map the production of Final Papers (Trabalhos de Conclusão de Curso - TCCs) carried out under their supervision from 2016 to 2019 in order to verify how the researched themes and the projects executed during this period were adjusted to the guidelines of the Course’s Pedagogical Project and to the contexts and dilemmas that shape academic and professional practices in the field of design. The first section provides an overview of the main theoretical issues that animate the debate on the relationship between research and design practice. In the second section, the importance of the TCCs for the development of the student’s profile is discussed. Finally, the third section focuses on the sampling procedures and on the analysis of examples of TCCs, aiming to identify the production based on the recognition of thematic and methodological patterns resulting from the orientation process.

Downloads

Download data is not yet available.

Author Biographies

Carol Toledo

Bacharel e mestre em Artes Visuais pela Faculdade Santa Marcelina (FASM-SP). Como coordenadora e designer na agência AstecWeb, já desenvolveu projetos para grandes marcas como Philips, Votorantim, Chivas Regal, Filiperson, Intermarine, Pro Matre Paulista, Mario Sergio Cortella, além de produtos digitais para a área da saúde. É professora na pós-graduação em “Design de Interação” e nas graduações em “Design Gráfico e Digital” e “Design de Produto e Serviço” no Istituto Europeo di Design, desde 2013. É pesquisadora do grupo “Arte & Meios Tecnológicos” CNPQ/FASM-SP.

Daniel Grizante

Professor, diretor de arte e motion designer. Doutorando em Design pela Universidade Anhembi Morumbi e mestre em Comunicação e Semiótica pela PUC-SP (2007). Desde 2002, anima aberturas para programas de TV e filmes, videoclipes e comerciais. Junto ao Estúdio Preto e Branco, desenvolveu peças audiovisuais para espetáculos, eventos e exposições em espaços culturais, como o Museu da Imigração, Memorial da Resistência, CCBB, FIESP, Museu Casa Portinari e SESC-SP, com algumas animações premiadas pelo ICOM International Committee for Audiovisual, New Technologies and Social Media. Atualmente leciona na graduação do IED SP e na pós-graduação no SENAC.

Eliane Weizmann

Mestre em Artes Visuais pela Unesp (2006), Pós-Graduada em Design de Hipermídia pela Universidade Anhembi Morumbi (2004), graduada em Licenciatura em Educação Artística pela Fundação Armando Álvares Penteado (1990). Atualmente é coordenadora e professora do Bacharelado em Design Gráfico e Digital do IED SP. Foi coordenadora da Graduação Tecnológica de Produção Multimídia e Design Gráfico e do Bacharelado em Design Gráfico na instituição. É coordenadora do programa educativo do FILE - Festival Internacional de Linguagem Eletrônica. Tem experiência em educação formal e não formal em artes e design, com ênfase em arte, tecnologia e novas mídias.

Everson Nazari

Bacharelado em Design Gráfico (UFSM/2001) e Pós em Design Estratégico e Inovação (IED/2021). Como diretor criativo em seu estúdio IndioSan.com, colabora com as principais editoras, emissoras, agências e escritórios de design do Brasil, apresentando um amplo repertório com mais de 1200 projetos ao longo de 20 anos. É professor nos cursos do IED e também coordenador de e-learning da instituição. Participou de coletâneas de design nacionais e internacionais com destaque para 10º Bienal de Design Gráfico da ADG e para o livro Illustration Now! 4, onde figura em uma seleção de 150 ilustradores contemporâneos do mundo.

Fábio Ranzani

Formado em Ciências Sociais (PUC-SP/2009) e com Pós-graduação em Psicologia Social (USP/2012). É professor de vídeo no Istituto Europeu di Design – IED, onde ministra aulas para as turmas de Design Gráfico e Digital, Produto e Serviço e de Moda. Atua como videomaker em projetos de documentários, vídeos institucionais e vídeo-clipes, como diretor, fotografo e editor. Contemplado com o Prêmio Jornalista de Impacto de melhor audiovisual em 2020 pela série Eu Errei.

Fabio Silveira

Designer e Professor. Com experiência de 20 anos no mercado de visualização de dados e design de informação editorial e passagem por diversas publicações da Editora Abril. Foi sócio do escritório Ocabrasil Design, desenvolvendo marcas e materiais editoriais para clientes como: Editora Abril, Vogue, CSN, SENAI, Nike, TAM, Volkswagen, Folha de S. Paulo, Ministério da Indústria e Comércio. Atualmente facilita processos de Design Thinking no mercado para diversas empresas e ministra conteúdos de projetos e inovação no IED-SP, Santi e FIA - Instituto e Fundação de Administração. Desenvolveu junto com a IDEO, o projeto Design Thinking for Educators no Brasil.

Rodrigo Vilalba

Professor há 27 anos e atua em cursos de Design em faculdades de São Paulo desde 2000, ministrando disciplinas como Teoria da Comunicação, Antropologia Cultural, Design Universal, Design Etnográfico, Metodologia de Pesquisa e trabalhando como orientador das monografias dos Trabalhos de Conclusão de curso no Istituto Europeo di Design, Belas Artes e FMU. Doutor em Comunicação e Letras pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, é autor de “Teoria da Comunicação - conceitos básicos” (Editora Ática) e “Discurso Político Brasileiro - um estudo sobre a contradição” (Editora Mackenzie).

References

BAUDRILLARD, Jean. O sistema dos objetos. São Paulo: Perspectiva, 2012.

BONSIEPE, Gui. Design como prática de projeto. São Paulo: Blücher, 2012.

BONSIEPE, Gui. Design, cultura e sociedade. São Paulo: Blücher, 2011.

BROWN, Tim. Design Thinking. Rio de Janeiro: Alta Books, 2018.

CALVERA, Anna. Treinando pesquisadores para o design: algumas considerações e muitas preocupações acadêmicas. Revista Design em Foco, vol. III, núm. 1, janeiro-ju¬nho, 2006.

CARDOSO, Rafael. Uma introdução à história do Design. São Paulo: Blücher, 2000.

DAVIS, Meredith. Graphic Design Theory (Graphic Design in Context). Londres: Thames and Hudson, 2012.

DONDIS, Donis A. Sintaxe da Linguagem Visual. São Paulo: Martins Fontes, 2015.

DROSTE, Magdalena. Bauhaus. Colonia: Taschen, 2019.

FLORIDA, Richard. The Rise of the Creative Class. Nova Iorque: Basic Books, 2002.

FLUSSER, Vilém. O mundo codificado. São Paulo: Ubu, 2018.

GOMBRICH, Ernst Hans. Arte e Ilusão. São Paulo: Martins Fontes, 1995.

IRANI, Lilly. “Design Thinking”: Defending Silicon Valley at the Apex of Global Labor Hierarchies. in Catalyst: Feminism, Theory, Technoscience, 4(1), 1-19 .San Diego (CA), 2018.

JULIER, Guy. From Visual Culture to Design Culture. Design Issues: Volume 22, Num¬ber 1 Winter 2006.

KAZAZIAN, Thierry. Haverá a idade das coisas leves. São Paulo: Senac, 2005.

LOWDERMILK, Travis. Design Centrado no Usuário. São Paulo: Novatec, 2019.

NORMAN, Don. To create a better society. Discurso apresentado em memorial de con¬cessão do título de “Design Guru” a Don Norman pelo Instituto de Design da Lakshmi¬pat University, em Jaipur, Índia. Disponível em https://www.linkedin.com/pulse/create¬-better-society-don-norman. Acesso em 17/11/2020

LIPOVETSKY, Giles; SERROY, Jean. A estetização do mundo - viver na era do capitalismo artista. São Paulo: Companhia das Letras, 2015.

PAPANEK, Victor. Design for the Real World. Nova Iorque: Bantam, 1973.

PINK, Daniel H. A Whole New Mind. Nova Iorque: Riverhead Books, 2006.

RUSSELL, Andrew e VINSEL, Lee. The innovation delusion - how our obsession with the new has disrupted the work that metters most. Nova Iorque: Currency, 2020

ORLANDI, Eni Pulcinelli. A linguagem e seu funcionamento - as formas do discurso. Cam¬pinas: Pontes, 1989.

SENNETT, Richard. O artífice. Rio de Janeiro: Record, 2009.

SENNETT, Richard. Juntos. Rio de Janeiro: Record, 2012.

SHAFFER, D. W. Portrait of the Oxford studio: An ethnography of design pedagogy. Ma¬dison: Wisconsin Center for Education Research, 2003.

SMITH et al. Participatory design in an era of participation. International Journal of Co¬Creation in Design and the Arts, Volume 13, 2017

SUCHMAN, Lucy. Anthropological Relocations and the Limits of Design. Annu. Rev. An¬thropol. 40:1–18. ISSN: 1545-4290. 2011

SWANSON, Gunnar. Graphic Design Education as a Liberal Art: Design and Knowledge in the University and the “Real World” in: HELLER, Steven, VIENNE, Veronique. The Education of a Graphic Designer. Segunda edição. Nova York: Allworth Press, 2005.

UNGER, Roberto Mangabeira. O homem despertado. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2020.

Published

2021-12-21

How to Cite

Toledo, C., Grizante, D., Weizmann, E., Nazari, E., Ranzani, F., Silveira, F., & Vilalba, R. (2021). Case study of higher education final papers in Graphic and Digital Design: The IED experience. DAT Journal, 6(4), 297–313. https://doi.org/10.29147/datjournal.v6i4.506