Hotel Reform

reflections on Emerging Innovations in the Covid-19 Pandemic

Authors

  • Gabriel de Oliveira Araújo
  • Augusto César Barreto Rocha
  • Wilson Silva Prata

DOI:

https://doi.org/10.29147/datjournal.v7i2.612

Keywords:

Hospitality, Innovation, Covid-19

Abstract

The Covid-19 pandemic caused damage to the economy in several sectors around the world, among them, Tourism, as well as Hospitality were some of the most affected. The hotel sector resumed operations in full adaptation of safety and prevention protocols prepared by entities of the hotel sector, such as the Brazilian Association of the Hotel Industry - ABIH, Ministry of Tourism - MTur, Forum of Hotel Operators of Brazil - FOBH and others , based on recommendations made by the World Health Organization (WHO). The service delivery procedures needed to be reviewed and many adaptations were made, including prioritizing touchless services (no touch), in order to ensure the health of employees and customers. This work presents an overview of the difficulties faced by the hotel sector, as such difficulties have driven important innovations in procedures made possible by the use of technologies in the provision of hotel services, which vehemently try to balance hospitality and safety, in regaining the trust of customers in this new scenario.

Downloads

Download data is not yet available.

Author Biographies

Gabriel de Oliveira Araújo

Graduado em Licenciatura em Informática pela Universidade do Estado do Amazonas - UEA e especialista em Desenvolvimento Web pela Faculdade Metropolitana de Manaus - FAMETRO. Atualmente tem se especializado em User Experience Design pelo Centro Universitário do Norte - UniNorte e é Mestrando do curso de Design pela Universidade Federal do Amazonas - UFAM no qual desenvolve pesquisa na área de User Experience aplicado a Educação. Ênfase em Desenvolvimento Web, UX/UI Design, atuando principalmente nos seguintes temas: Web Development, Software Educacional, Tecnologia de Informação e Comunicação, Experiência do Usuário e Interface do Usuário.

Augusto César Barreto Rocha

Doutorado em Engenharia de Transportes pela UFRJ (2009), mestrado em Engenharia de Produção pela UFSC (2002), especialização em Gestão da Inovação pela Universidade de Santiago de Compostela-Espanha (2000) e graduação em Processamento de Dados pela UFAM (1998). Possui ainda certificado em Estratégia e Inovação (2012) e Gestão & Liderança (2013) pelo Massachussetts Institute of Technology- Estados Unidos. Leciona na Graduação de Engenharia Civil, Mestrado em Design & PROFNIT (Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para a Inovação), Doutorado em Biotecnologia.

Wilson Silva Prata

Graduado em Desenho Industrial (2003) na UFAM, tem especialização pela UFAM (2005) e um MBA em Marketing (2011), pela FGV - ISAE. Possui Mestrado e Doutorado em Design pela PUC-Rio. Atuou como pesquisador (UX Researcher) no INDT (agora fomentado pela Microsoft), no Sidia, instituto de Pesquisa e Desenvolvimento fomentado pela Samsung e também como pesquisador na Bemol Digital. Atualmente é UX Lead no Instituto Eldorado e professor no Programa de Pós Graduação em Design na UFAM e no CESAR/Manaus.

References

ABG NACIONAL. Manual de housekeeping: novo protocolo de higienização e limpeza para UH’s hoteleiras. 2020. Disponível em: <https://issuu.com/nacionalabg/docs/manual_housekeeping_junho_2020?f>. Acesso em: 31 de maio de 2021.

ABIH. ABIH Nacional faz levantamento sobre retomada dos hotéis independentes no país. 2020. Disponível em: <http://abih.com.br/abih-nacional-faz-levantamento-sobre-retomada-dos-hoteis-independentes-no-pais/>. Acesso em: 31 de maio de 2021.

BAPTISTA, I. Lugares de hospitalidade. In: DIAS, C. M. de M. (Ed.). Hospitalidade: reflexões e perspectivas. Barueri: Manole. 2002.

CASTELLI, Geraldo. Administração hoteleira. Caxias do Sul/RS: EDUCS, 2002.

COELHO, M. de F.; MAYER, V. F. Gestão de serviços pós-covid: o que se pode aprender com o setor de turismo e viagens?. Gestão e Sociedade, v. 14, n. 39, p. 3698-3706, 1 jun. 2020.

FOBH. Protocolo FOBH: operação segura e confiança do hóspede. 2020. Disponível em . <http://fohb.com.br/protocolos/>. Acesso em: 31 de maio de 2021.

GÖSSLING, S. SCOTT, D. COLIN, M. H. (2021) Pandemics, tourism and global change: a rapid assessment of COVID-19, Journal of Sustainable Tourism, 29:1, 1-20, DOI: 10.1080/09669582.2020.1758708

GOVERNO FEDERAL (2021). Disponível em: <https://www.gov.br/saude/pt-br/vacinacao>. Acesso em: 31 de maio de 2021.

HU, H. H., KANDAMPULLY, J., & JUWAHEER, T. D. (2009). Relationships and impacts of servi ce quality, perceived value, customer satisfaction, and image: an empirical study. The Service Industries Journal, 29 (2), 111-125.

MOREIRA, R. L. F., LOPES, D. P. T., & CARNEIRO, D. M. R. (2020). Enfrentando a crise da pandemia de COVID-19: a inovação seria um caminho possível aos meios de hospedagem?. Researchgate. Recuperado em 30 de abril de 2021, de https://www.researchgate.net/publication/341763408_Enfrentando_a_crise_da_pandemia_de_COVID-19_A_inovacao_seria_um_caminho_possivel_aos_meios_de_hospedagem.

MTUR. Meios de hospedagem – protocolo. 2020. Disponível em: <http://www.turismo.gov.br/seloresponsavel/segmento/meios-de-hospedagem.php>. Acesso em: 31 de maio de 2021.

NGUYEN, H. T. NGUYEN, H., NGUYEN, N. D., & PHAN, A. C. (2018) Determinants of Customer Satisfaction and Loyalty in Vietnamese Life-Insurance Setting. Sustainability, 10 (4),1151. Researchgate. Recuperado em 05 de junho de 2021, de https://www.researchgate.net/publication/324467877_Determinants_of_Customer_Satisfaction_and_Loyalty_in_Vietnamese_Life-Insurance_Setting

OECD. Oslo Manual 2018. 4th ed. Paris: OECD Publishing, 2018. Disponível em: <https://www.oecd.org/science/oslo-manual-2018-9789264304604-en.htm>. Acesso em: 01 de junho de 2021.

ORGANIZAÇÃO PAN-AMERICANA DA SAÚDE. (2021). Histórico da pandemia de COVID-19. Disponível em: https://www.paho.org/pt/covid19/historico-da-pandemia-covid-19. Acesso em: 30 de maio de 2021.

PANOSSO Neto, A., & LOHMANN, G. (2012). Teoría del Turismo: conceptos, modelos y sistemas. México: Trillas.

PORTER, Michael. Estratégia competitiva. Elsevier Brasil, 2004.

SOUSA, S. M. A. A reabertura da hotelaria e os protocolos de prevenção da Covid-19. Disponível em: <http://cursos.ufrrj.br/grad/hotelaria/files/2020/08/Agosto-2020-Profa.-Stella. pdf>. Acesso em: 31 de maio de 2021.

SILVA, R. D. O TURISMO E A HOSPITALIDADE DO SETOR HOTELEIRO NO CONTEXTO DA PANDEMIA DO COVID-19. Rev. Tur. & Cid., São Luís, v.2, edição especial, p. 123-138, set. 2020.

STR, Americas hotel review: industry performance for the month of june 2020. Junho, 2020. UNWTO. World Tourism Organization - News release (28 Apr), 2020.

WTTC. The World Travel & Tourism Council. Londres: WTTC, 2020. Disponível em: . Acesso em: 30 maio de 2021.

WORLD HEALTH ORGANIZATION (2020) Coronavirus disease (COVID-19). dashboard. Disponível em: <https://covid19.who.int/>. Acesso em: 30 de maio de 2021

Published

2022-06-14

How to Cite

Araújo, G. de O., Rocha, A. C. B., & Prata, W. S. (2022). Hotel Reform: reflections on Emerging Innovations in the Covid-19 Pandemic. DAT Journal, 7(2), 210–221. https://doi.org/10.29147/datjournal.v7i2.612